link href='http://fonts.googleapis.com/css?family=Roboto' rel='stylesheet' type='text/css'/>

6 de mai de 2013

Share Button

As Canalhas nova série do GNT estreia hoje às 23h


O GNT resolveu mesmo investir em séries com produção nacional, depois da estreia de Hotel Copa, agora é a vez de As Canalhas, que conta a história de treze mulheres de perfis diferentes, inspirada no livro 'Canalha, Substantivo Feminino de Martha Mendonça, onde a cada episódio uma mulher conta as canalhices que apronta. A série é dirigida por Anna Muylaert e no elenco estão as atrizes Carla Marins, Monica Martelli, Mel Lisboa, Zezeh Barbosa, Alessandra Colassanti, Bete Dorgan,Luiza Mariani, Elki Maravilha e outras.

Cada história começa quando a protagonista de cada episódio vai até o salão da Marilyn (Zezeh Barbosa) que vive de mau humor, já foi casada quatro vezes e está solteira há três anos. As treze mulheres vão contar as canalhiches que são capazes de fazer para satisfazer o ego e as vezes acaba quebrando regras morais e sociais.

No primeiro episódio que vai ao ar hoje a noite às 23h, Amélia (Monica Martelli) quarentona e produtora de elenco se envolve com Gustavo o namorado da filha, que ainda é adolescente. Nos próximos episódios, é a vez de Carolina (Alessandra Coassanti), uma mulher que não suporta crianças e ao ter seu primeiro filho inventa uma depressão pós-parto.

Ainda durante a primeira temporada, a série terá personagens do tipo que manipulam os homens poderosos, uma evangélica gananciosa, uma freira que pratica bullyng com os próprios alunos, uma homossexual que ficará com a mulher do chefe e outras canalhas que serão vistas na nova série.

 

Me siga no twitter @rickises

Nenhum comentário:

Postar um comentário

© Televizona - 2015 - 2016. Todos os direitos reservados. A maioria das imagens e vídeos publicados aqui neste blog, são reproduções de materiais já existentes na rede. Caso você ou sua empresa possuam direitos sobre algum desses itens, entre em contato para solicitar a retirada ou inclusão de créditos dos mesmos, se assim preferir.
Criado por Henrique Alves
imagem-logo